PARTICIPA! ENVIA AS TUAS DENÚNCIAS PARA porto@pctpmrpp.org
Terça-feira, 12 de Setembro de 2006

Malhas Pastor

Mais uma. Os 70 trabalhadores do turno da manhã da Fábrica de Malhas Pastor, em Guimarães, quando chegaram de férias, não só não receberam o salário de Agosto como encontraram as portas fechadas. Esta é uma das empresas que consta da recém-publicada lista de devedores à Segurança Social como devendo entre 250 e 500 mil euros, apesar de, no ano passado, ter anunciado processo de renovação tecnológica no valor de 180 mil euros. Hoje é a luta contra a miséria dos 121 trabalhadores da Pastor que faz os trabalhadores não assinarem o acordo de cessação do contrato. Amanhã, essa luta, será política. Para isso é preciso conter a exigência de subsídio de desemprego igual ao salário e por todo o tempo em que estiverem desempregados.

publicado por portopctp às 04:56
link do post | comentar | favorito

.ligações

.posts recentes

. Malhas Pastor

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pesquisar

 

.mais sobre mim

.assuntos

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds