PARTICIPA! ENVIA AS TUAS DENÚNCIAS PARA porto@pctpmrpp.org
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

Bolseiros - espantoso silêncio da FAP

Estamos quase no fim do 1º semestre e ainda cerca de metade (48%) dos estudantes da universidade do Porto candidatos a bolsa, aguarda decisão dos SASUP sobre a atribuição ou não de bolsa. Esta situação tem dois sentidos consoante o estudante tem ou não tem (e na suposição de que os critérios são justos, o que é duvidoso, e são, de facto, aplicados) direito à bolsa: no caso de não ter direito, a não decisão funciona como um empréstimo a esse estudante por parte da faculdade que frequenta, pois fica isento de pagar as propinas até que haja essa decisão; no caso de ter direito, funciona da mesma maneira em relação à faculdade (fica sem os fundos correspondentes às propinas desse estudante por todo esse período) mas quem é beneficiado com o "empréstimo" são os SASUP, ou seja, o próprio estado,  sendo que cerca de dois terços dos estudantes postos nessa situação, aqueles cuja bolsa é superior ao valor das propinas, ainda têm que ou passar fome, ou não comprar os materiais que precisam, ou "obrigar" as famílias ao mesmo sacrifício, ou endividarem-se (se puderem), ou desistir (este ano já desistiram de estudar 9 candidatos a bolsa), ou utilizar qualquer outro estratagema para sobreviverem e estudarem. Este o impacto desta aparente incúria: benefício de quem não terá direito, dificuldades acrescidas para quem tem direito.

Se não é de espantar práticas conducentes a este tipo de situações por parte de um estado conduzido por uma burguesia retrógrada e arrivista como a que está actualmente no poder, já espanta o silêncio da Federação Académica do Porto (ou talvez não). Mas os estudantes não podem ficar parados! O levantamento impõe-se!

 

PELO ACESSO DOS FILHOS DOS TRABALHADORES AO ENSINO SUPERIOR!

 

 

publicado por portopctp às 18:59
link do post | comentar | favorito

.ligações

.posts recentes

. Viva o 1.º de Maio!

. Aos jovens

. Soares da Costa, ousar lu...

. Mulheres: uma metade do m...

. INÉRCIA - Palavra-chave t...

. Honra aos camaradas Ribei...

. 18 de Setembro de 1970

. Prosegur - a luta de clas...

. Casino da Póvoa de Varzim...

. Agrupamento de Escolas de...

. Bairros do IHRU de Guimar...

. STCP – Eutanásia empresar...

. Valadares - épreciso ganh...

. Transportes: resistência ...

. Não ao isolamento de Vila...

. A habitual falta de vergo...

. O desejo que tudo se esqu...

. A greve geral é parte ínt...

. SINDICALIZA-TE

. Carta aberta ao president...

. Casa do Povo de Recarei (...

. A demolição da escola pri...

. A novela das portagens da...

. Contra o pagamento de por...

. Vila d'Este - autarquias ...

. A intransigência habitual...

. Maconde: os restos...

. A intransigência habitual...

. SCUT's: a intransigência ...

. Pequenas coisas, uma gran...

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pesquisar

 

.mais sobre mim

.assuntos

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds