PARTICIPA! ENVIA AS TUAS DENÚNCIAS PARA porto@pctpmrpp.org
Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007

Ninguém há-de calar a voz da classe operária!

Depois de dezenas de anos de tentativas frustadas e de enganos, e de cinco anos de luta tenaz empreendida pelo MRPP a classe operária portuguesa fundou o seu partido comunista em 26 de Dezembro de 1976. Hoje comemoramos os 31 anos do PCTP/MRPP. Também hoje o estado da ditadura da burguesia nos confronta com exigências para a continuação da nossa existência legal. Não foi a PIDE que nos calou, não foi o PCP nem o COPCON que nos conseguiu calar, não será o bloco central do PS/PSD, com a conivência dos restantes partidos parlamentares, que nos calará. 

As tentativas têm sido muitas: primeiramente a negação de um tratamento igual a todas as outras candidaturas, das candidaturas eleitorais do partido, ao arrepio de qualquer princípio democrático, negando, simultaneamente, a liberdade da expressão das opiniões dos comunistas; não chegou! Juntaram umas multas sobre as contas, em que o que é exigido não é que as contas estejam certas mas que sejam organizadas como a contabilidade de uma empresa, quando é sabido que tal não é possível a um partido como o nosso; também não chegou! Agora põem uma condição que, se fossem sérios, levaria à auto-extinção  dos partidos actualmente do arco do poder (nenhum deles manteve durante toda a sua existência 5.000 filiados, logo deviam auto-extinguir-se nesse momento e agora não existiriam), mas também não vai chegar.

 

NINGUÉM HÁ-DE CALAR A VOZ DA CLASSE OPERÁRIA!

FILIA-TE NO PCTP/MRPP! (envia para SEDE NACIONAL, Rua da Palma, 159, 2º dtº, 1100-391 LISBOA)

O POVO VENCERÁ!

 

publicado por portopctp às 23:57
link do post | comentar | favorito

.ligações

.posts recentes

. Viva o 1.º de Maio!

. Aos jovens

. Soares da Costa, ousar lu...

. Mulheres: uma metade do m...

. INÉRCIA - Palavra-chave t...

. Honra aos camaradas Ribei...

. 18 de Setembro de 1970

. Prosegur - a luta de clas...

. Casino da Póvoa de Varzim...

. Agrupamento de Escolas de...

. Bairros do IHRU de Guimar...

. STCP – Eutanásia empresar...

. Valadares - épreciso ganh...

. Transportes: resistência ...

. Não ao isolamento de Vila...

. A habitual falta de vergo...

. O desejo que tudo se esqu...

. A greve geral é parte ínt...

. SINDICALIZA-TE

. Carta aberta ao president...

. Casa do Povo de Recarei (...

. A demolição da escola pri...

. A novela das portagens da...

. Contra o pagamento de por...

. Vila d'Este - autarquias ...

. A intransigência habitual...

. Maconde: os restos...

. A intransigência habitual...

. SCUT's: a intransigência ...

. Pequenas coisas, uma gran...

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pesquisar

 

.mais sobre mim

.assuntos

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds